Um sistema distribuído é um software que corre sobre uma coleção de nós computacionais independentes, separados fisicamente mas ao mesmo tempo conectados entre si . Cada nó individual contém um subconjunto de software do sistema operativo associado, apresentando-se aos utilizadores como um sistema único e coerente, apresentando as seguintes caraterísticas:

-Comunicação através de mensagens

-Concorrência

-Partilha de recursos

-Sistema assíncrono

-Falha independentes

-Heterogeneidade

Existem vários exemplos de sistemas distribuídos entre eles são:

  • Motores de pesquisa
  • Sistemas financeiros
  • Jogos Online
  • Redes Sociais e plataformas idênticas

Os exemplos apresentados anteriormente têm máquinas por todo o mundo, com acessos concorrentes e muitos desafios nos processos de comunicação (como por exemplo: hora do sistema — devido à distribuição geográfica, possíveis falhas de componentes, etc). A comunicação é simplesmente feita com base em mensagens.

Alguns exemplos de plataformas:

Hadoop — é uma plataforma de software em Java de computação distribuída voltada para clusters e processamento de grandes volumes de dados.

Ceph — é uma plataforma que implementa o armazenamento de objetos em um único nó distribuído na rede e facilita o armazenamento de objetos no nível de bloco, arquivo e objeto.

Hydra — é um sistema de processamento de tarefas distribuídas que nunca teve o mesmo tipo de tração que o software apoiado por uma organização como a Apache Foundation.

Bibliografia:

Computer science student

Computer science student